Toda a estrutura do evento estará à disposição dos participantes. Praça de alimentação, área kids, banheiros e estacionamento gratuito

No dia 7 de maio quem for assistir a primeira etapa do GP Gerais terá a oportunidade de ver no estacionamento do Circuito dos Cristais ofertas do 1º Feirão de Veículos Seminovos e Usados do GP Gerais. A idéia é atrair vendedores e compradores de carros, motos e caminhões, similares ao formato da antiga Feira de Veículos do Mineirão, realizada por anos na capital mineira e extinta em 2010. O acesso ao publico será gratuito, os expositores pagarão uma taxa de 15 reais por veículo exposto e ainda poderão curtir os pegas emocionantes proporcionados pelos pilotos de motovelocidade de todo o Brasil que participam do campeonato.

O autódromo está localizado a 143 km de BH, no km 3 da LMG 754 entre as cidades de Curvelo e Cordisburgo. Toda a estrutura do GP Gerais estará à disposição dos participantes do Feirão. Praça de alimentação, área kids, banheiros e estacionamento gratuito. “O objetivo é fomentar o comércio de veículos em toda a região central do estado e atrair um novo público para assistir as corridas”, disse Flávio Bergmann, um dos organizadores. “Queremos que as corridas sejam um atrativo a mais para os frequentadores do Feirão, que também é um atrativo para os fãs cativos do GP Gerais. A tendência é que se torne um evento mensal” completou.

Sobre o GP Gerais

Em 2016 o evento inaugurou as atividades na pista mineira. Foram três etapas, o suficiente para que a combinação entre um traçado seguro e desafiador, uma organização profissional e o diálogo constante com pilotos e equipes transformassem o GP Gerais em um dos mais respeitados campeonatos da motovelocidade brasileira.

Embora válido como Campeonato Mineiro, ele atraiu também ao Circuito dos Cristais, em Curvelo, pilotos do Distrito Federal, Goiás, Espírito Santo, Rio, São Paulo, Mato Grosso, Bahia e Pernambuco, com grids numerosos e ótimos pegas em todas as categorias.

Pois a segunda temporada da competição promete ser ainda melhor, a julgar pela movimentação nos bastidores, as sessões de treinos coletivas e os ajustes feitos pela organização, com a criação de novas categorias e de disputas dentro da disputa. A primeira das quatro etapas ocorre em 6 e 7 de maio, agora sem a dobradinha com as quatro rodas.

Uma das novas atrações, que atende ao anseio de vários pilotos, é o lançamento de uma categoria Supersport 300cc, a exemplo da que foi criada esse ano no Mundial de Superbikes, ideais para quem quer gastar menos ou ainda não tem experiência para ‘torcer o cabo’ nas motos de maior cilindrada.

Além disso, as máquinas naked (sem carenagem), como a Honda Hornet 600cc, a Ducati Monster e a KTM Duke ganharão um grid próprio. Também foi criado um Troféu dos Estados, premiação que exclui os mineiros, mais uma vez maioria, para valorizar o esforço de quem se deslocou centenas ou milhares de quilômetros para prestigiar o GP Gerais.

As demais etapas serão disputadas em 1º e 2 de julho; 19 e 20 de agosto e 21 e 22 de outubro.